terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Uma retrospectiva pessoal dos últimos 3 anos!

O ano de 2013 foi um ano realmente produtivo pra mim. Concluí projetos pendentes, iniciei novos projetos, atingi objetivos profissionais, encarei novos desafios, e isso tudo é devido fortemente de uma mudança de atitude que ocorreu ao final de 2011.

Há algum tempo recebi um conselho que considero o mais importante que já recebi: "não invista demais em sua mente se esquecendo de cuidar também do seu corpo, pois um não vive sem o outro". Na época eu passava por alguns problemas de saúde devido basicamente ao estresse e ao sedentarismo, e esse conselho me fez abrir os olhos e perceber que de fato eu estava investindo demais em qualificação e deixando de lado o lazer, a saúde e o bem estar, algo considerado normal nos dias de hoje. Isso foi em meados de 2009, e de lá pra cá passei a dar muito mais atenção ao meu bem estar e principalmente à minha saúde.

Decidi, a partir de então, estudar menos, deixar as coisas evoluírem mais devagar, usar um pouco o produto de tanto investimento antes de investir mais. No entanto, isso me fez perceber que a qualidade do investimento que eu havia feito até então não era bem o que eu esperava. Ainda me sentia despreparado, ainda havia dúvidas que eu precisava responder para me sentir maduro profissionalmente.

Como então equilibrar as coisas? Voltar a estudar, produzir mais e melhor, e ao mesmo tempo não passar pelo estresse absurdo em que vivia?

Primeiramente, mudei de emprego, pois vinha de lá a grande fonte de estresse pelo qual eu passava. Mais que isso, pedi demissão sem nem mesmo ter outro emprego. Decidi ter férias prolongadas, esquecer completamente os compromissos e as consequências, passei dois meses apenas descansado, e por fim retomei os estudos.

Fiz uma breve pesquisa de mercado para entender o que eu precisaria aprender de novo, em que eu precisaria me reciclar, escolhi alguns livros, e passei a me dedicar a eles. Isso aconteceu em meados de 2011.

Era hora de voltar à realidade. Pesquisei um pouco a respeito de algumas empresas de Belo Horizonte onde eu gostaria de trabalhar e fiz contato. Destas, nenhuma oportunidade surgiu, ao menos não nas semanas iniciais, mas para minha surpresa recebi uma ligação de uma outra empresa, até então desconhecida por mim, que havia recebido uma indicação de alguém para me contactar, pois eu seria a pessoa certa para resolver o problema pelo qual eles passavam naquele momento. Fiz contato numa quinta feira, e no dia seguinte já havia sido contratado. Parecia mesmo urgente o problema rs.

Em um novo ambiente, livre do estresse de antes, encontrei espaço para buscar os novos desafios que precisava para me manter motivado.

Em paralelo a isso, passei a investir mais em saúde, o sedentarismo crônico ficou para trás, embora sempre passe de vez em quando para dar um oi. E a ideia de pesquisar o que eu previsava aprender, em que eu precisava investir, foi um ótima ideia. Aprendi muito com os 6 primeiros livros que escolhi, e vi que esse seria um ótimo caminho, muito mais produtivo que a participação em cursos e a leitura de blogs e mais blogs, os quais eram minha principal fonte de informação até então.

Apenas no segundo semestre de 2011 li 6 livros, um recorde para quem era acostumando a ler não mais que 1 ou 2 livros por ano, se muito. Em 2012 a produção já foi mais baixa em números, mas não em valor. Ao final do mesmo ano, diante do desafio de produzir um trabalho de conclusão de curso que demandaria bastante pesquisa, decidi tornar a leitura uma atividade mais frequente, e decidi que faria isso sem prejudicar as demais atividades do meu dia a dia. Qual a solução? Não mais que míseros 30 minutos de leitura diária, antes de dormir, principalmente. Com essa estratégia, consegui concluir, supreendentemente, 15 livros técnicos no ano de 2013. Isso enquanto fazia um curso de pós graduação, que me exigia em média 1 hora por dia de dedicação.

Hoje tenho tempo para me dedicar ao meu bem estar, e em 2014 talvez invista menos em qualificação, mas certamente com muito mais qualidade que nos anos anteriores a 2011. Ao que tudo indica, será um bom ano.


2 comentários:

  1. Poderia citar o nome desses 6 livros como recomendação e curiosidade :)

    ResponderExcluir
  2. Th, os livros de 2011 foram estes: http://migre.me/iq2zQ
    Como recomendação, lhe indico estes: http://migre.me/iq3C3

    ResponderExcluir